lesão


Gol de Schwenck contra o Vasco

Reação do Figueirense é notável

 

Após a partida contra o Vasco, nesta terça-feira, o torcedor alvinegro pode bater no peito, com verdadeira esperança, e afirmar que tem um time que, sim, está entre os mais cotado a subir para a elite – o que tem grande chances de acontecer. A realidade do Figueirense sofreu uma reviravolta impressionante desde a chegada de Márcio Araújo, antes do técnico chegar e até mesmo após a derrota para a Portuguesa em sua estreia, o Figueira estava distante do G4, a torcida desacreditada e a mídia praticamente descartando a ascensão do alvinegro. Até que então, com uma mudança inacreditável de postura. Neste post farei uma análise de quais são os motivos desta mudança do alvinegro.

(mais…)

Anúncios
Já não bastavam as lesões de Régis, Pedrinho, Davidsos, Wellington, Schwenck (a mais recente destas) e várias outras que, ultimamente, está machucando o Figueirense. No post passado noticiei, segundo o que a assessoria de imprensa do Alvinegro havia afirmado, que o quadro de Bruno Octávio havia melhorado e o jogador poderia retornar em um período inferior ao de duas semanas, que foi a notícia inicial.

“Ele evoluiu muito bem, mas ainda sente dores no local, por isso continua conosco no departamento médico. O Bruno teve uma lesão na cartilagem do joelho esquerdo” diagnosticou Parucker, médico do clube, que também acreditou que o jogador poderia ter grandes chances de retornar às atividades com o resultado da ressonância.

Agora, alguns dias depois, com o resultado da ressonância magnética, o quadro mudou totalmente. O exame do atleta saiu e detectou o que o blog havia temido desdo início, ao presenciar a torção no jogo contra a Ponte Preta, uma ruptura no ligamento cruzado do joelho esquerdo do atleta. Bruno Octávio, ano passado, quando atuava pelo Corinthians no Paulistão sofreu a mesma lesão, porém no joelho esquerdo, em março. Muitos torcedores criticaram Parucker por ter dado um parecer positivo e, alguns dias depois, ser completamente contrariado. Seria de bom grado o médico dar uma coletiva para explicar a situação.
Uma coisa que me impressionou foi um segmento da torcida que culpou a diretoria por tal fato, como se o jogador tivesse vindo “bichado”. Isso é algo totalmente sem fundamento. Uma lesão de ligamento cruzado pode acontecer com qualquer atleta de alto nível e bem preparado fisicamente, como o volante Essien, do Chelsea, que teve a mesma lesão e Michael Owen na Copa de 2006. Bruno Octávio estava totalmente recuperado da ruptura do joelho direito, tanto que a nova lesão foi no outro joelho, ou seja, realmente não tem nexo quem, procurando criticar a diretoria do clube de qualquer maneira, tentar desta maneira. Lesões ocasionadas por traumas são oriundas de casos fortuitos e nada se pode fazer.
Bruno Octávio operará em São Paulo, com o médico do clube do Corinthians e já ficará por lá com a rescisão de contrato, ou seja, Bruno Octávio está fora do Figueirense. Ou seja, a passagem do volante por aqui se encerrou de uma maneira drástica, ainda mais por ser um jogador de qualidade que estava se firmando. Temos de aguardar para saber qual será o verdadeiro futuro do atleta. O fato é que o Figueirense já está atrás de volantes, como afirmou Thiago d’Ivanenko e agora poderemos inclusive termos novidades em poucos dias, devido à perda de Octávio.
Queria levantar também um fato que muitos torcedores não pensam que é a parte que tange o próprio jogador. O volante alvinegro terá que passar, pela segunda vez em sua vida, por um processo doloroso e sofrido que é uma operação de reconstituição do ligamento cruzado e, principalmente, sua recuperação e fisioterapia. Para um jogador de futebol, que depende de seu físico para estar empregado e subir de vida, isto é uma infelicidade total, sem contar todas as dores e sacrifícios. Deixo aqui meu total apoio e desejo de melhoras ao bom volante e que isso seja um recomeço, para voltar com tudo para o futebol.
Boa sorte, Bruno Octávio! O blog torce por ti! E o torcedor, também?
Já sobre o time que entrará em campo nesta quarta-feira, temos algumas informações:
Schwenck passa por tratamento intensivo no Figueirense e pode ser liberado pelo DM no sábado, não se sabe se poderá entrar em campo, mas existe uma possibilidade, mesmo pequena.
Rafael Lima foi liberado do DM, ele e Carlinhos devem ser os únicos atletas que saíram de lá e poderão atuar contra a Macaca quarta-feira.
Rômulo, Davidson, Régis e Ricardinho, todos já fora do DM, por terem ficado muito tempo parados, não entrarão em campo e continuarão a preparação física.
Anderson Pico finalmente entrará em campo, fazendo sua estreia, já quarta-feira, depois de muito tempo de preparação física. Outro que fará sua estreia deve ser o zagueiro Toninho que já teve seu nome publicado no BID.
Dos outros contratados, Alê não poderá mais atuar na Copa do Brasil, por já ter jogado pelo Guaratinguetá na primeira fase. João Filipe ainda trabalha fisicamente. Kássio nem apresentado foi ainda, apenas será quando terminar o Pernambucano e isso pode ser neste fim de semana, caso o Sport seja o campeão do segundo turno também.
Quem você acha que deve entrar em campo contra a Ponte Preta em Campinas? Dê sua opinião!