contratações


Pesquisando acerca do novo contratado do Figueirense, o jovem Halleson Tiago Barbosa Honorato, o “Philco”, me deparei com uma informação um tanto curiosa (mais…)

O Figueirense confirmou no site oficial duas contratações na terça-feira, mas uma terceira também está confirmada.

A primeira foi a do já conhecido atacante Clodoaldo. O centro-avante surgiu para o futebol nacional no Marcílio Dias – apesar de ter começado sua carreira no Guaçuano -, sendo vice-artilheiro do Catarinense. Atuou também no Criciúma e lá fez o que todos sabemos. Na Série B era um dos artilheiros da competição, marcando três gols na estreia contra o São Caetano, até que foi para o Corinthians, na mesma época em que o time paulista foi rebaixado. Lá foi titular do time em grande parte de sua estadia, fazendo gol até no Figueirense. Já passou desde então por Pohang Steelers (Coréia) Náutico e Santo André, todos por empréstimo. Chega ao alvinegro demonstrando a boa relação com o Corinthians.

A grande maioria já conhece o futebol de Clodô Eto’o e por isso não foi necessária uma pesquisa sobre seu futebol. O atacante vem por possuir uma característica que não existe no nosso atual elenco: presença de área. Com uma boa imposição física, 1.87 metro de altura e colocação, o centro-avante sabe fazer gols e possui um chute certeiro, inclusive de fora da área. Chega ao clube por requisição de Roberto Fernandes que trabalhou com o jogador no Náutico no ano passado. Também trará uma certa experiência para o jovem elenco, pois tem 30 anos.

Confira o currículo:
1998 a 2000 – Guaçuano-SP
2001 – Deportivo Pasto (COL)
2002 a 2004 – Independiente de Medellin (COL)
2005 – Caxias-RS
2006 – Marcílio Dias-SC
2006 – Remo-PA
2007 – Criciúma-SC
2007 – Corinthians-SP
2008 – Pohang Steelers (Coréia do Sul)
2008 – Náutico-PE
2009 – Santo André-SP

Vale a pena dar uma olhada no site INfoesporte que tem sempre bons vídeos de coletivas:

O segundo contratado foi o primeiro volante Luciano Totó. Fui atrás de dados do atleta e o que consegui, em sua maioria, não foi muito agradável. Primeiramente vale a pena lembrar que o atleta, assim como Clodoaldo, vem para o clube com o pedido de Roberto Fernandes e até agora todos os jogadores pedidos por ele deram certo – vide Alê e Kássio -, mostrando que nosso técnico conhece da área.

O jogador é da base do Náutico e conquistou alguns títulos por lá, clube que nosso técnico conhece bem. Sua grande passagem na carreira foi no Itumbiara no ano passado, quando o clube foi campeão goiano e Luciano foi um dos maiores destaques do clube, se não o maior. Após isso foi para o Bahia e desde lá o mesmo não conseguiu uma boa sequência, seriamente atrapalhado por consecutivas lesões e também por entratadas agressivas que geravam expulsões, lá disputava vaga com Emerson Cris (atualmente na Chapecoense). Acabou indo parar no Atlético-GO, em sua contratação o diretor de futebol afirmou que o jovem era “um grande jogador, apesar de jovem e espero que demonstre o mesmo futebol que vimos no Campeonato Goiano”. Acabou novamente não jogando bem e foi parar no banco de reservas até que teve seu contrato rescindido.

De características do atleta, temos a grande quantidade de desarmes que faz, sendo considerado um guerreiro dentro de campo, o que acaba gerando alguns cartões. Até mesmo no campeonato goiano acertou um pontapé em Schwenck e acabou expulso no ano passado. É muito bom na marcação e vem para ser o “pitbull” do Figueirense, um estilo de jogador que não existia em nosso elenco e que muitos pediam.

Confira o currículo:
2006 a 2007 – Náutico
2008 – Bahia
2009 – Atlético-GO

Paulinho ainda não foi confirmado pelo site do Figueira, mas já pelo do Internacional. O segundo volante é uma das grande revelações da base colorada nestes últimos anos e grande esperança para a posição. Começou o ano inclusive como titular enquanto Sandro (titular da seleção sub-20) estava representando o Brasil. Todavia, com o passar do tempo, até mesmo contra o Veranópolis, no qual os principais titulares serão poupados, ele ficou de fora da lista.

Pelo que o blog colheu, Paulinho é muitíssimo bem quisto e só consegui boas referências do mesmo. Com a titularidade de Guiñazu e Sandro, de reservas no Inter são Maycon, Rosinei e Paulinho. A torcida o considerava o melhor destes e criticou a saída do mesmo do clube.

Como características tem o bom desarme, a regularidade e é um atleta que joga acompanhando os demais em campo, não ficando de cabeça abaixada olhando só para a bola – uma característica essencial para a posição que exerce. Inclusive alguns dos torcedores colorados o consideram melhor que Sandro, jogador da seleção sub-20, achando que o mesmo tem mais técnica e qualidade para sair jogando e, apesar de baixo, marca muito bem. A jovem pérola destacava-se muito nos treinamentos por lá. Também é marcado por ter grande liderança em uma equipe.

Queria levantar aqui também o tópico que diz respeito à quantidade grande de volantes que o Figueirense possui neste momento. Isso dá a entender que algum será dispensado e parece que Rômulo é quem está na forca nesse momento, sem contar Sidney, da base, que deverá ser emprestado de novo ou apenas treinar com a equipe. Em um campeonato truncado como a Série B, onde muitos jogadores lesionam-se e também são suspensos (vide a primeira rodada onde 5 alvinegros foram penalizados) são necessários também reservas de qualidade e o Figueirense está fazendo isso com primor. Recomendo o comentário do blog Furacão Alvinegro, do Ney Pacheco, que é excelente sobre este assunto (clique aqui).

O que achou, torcida alvinegra? Gostou dos reforços?

Já não bastavam as lesões de Régis, Pedrinho, Davidsos, Wellington, Schwenck (a mais recente destas) e várias outras que, ultimamente, está machucando o Figueirense. No post passado noticiei, segundo o que a assessoria de imprensa do Alvinegro havia afirmado, que o quadro de Bruno Octávio havia melhorado e o jogador poderia retornar em um período inferior ao de duas semanas, que foi a notícia inicial.

“Ele evoluiu muito bem, mas ainda sente dores no local, por isso continua conosco no departamento médico. O Bruno teve uma lesão na cartilagem do joelho esquerdo” diagnosticou Parucker, médico do clube, que também acreditou que o jogador poderia ter grandes chances de retornar às atividades com o resultado da ressonância.

Agora, alguns dias depois, com o resultado da ressonância magnética, o quadro mudou totalmente. O exame do atleta saiu e detectou o que o blog havia temido desdo início, ao presenciar a torção no jogo contra a Ponte Preta, uma ruptura no ligamento cruzado do joelho esquerdo do atleta. Bruno Octávio, ano passado, quando atuava pelo Corinthians no Paulistão sofreu a mesma lesão, porém no joelho esquerdo, em março. Muitos torcedores criticaram Parucker por ter dado um parecer positivo e, alguns dias depois, ser completamente contrariado. Seria de bom grado o médico dar uma coletiva para explicar a situação.
Uma coisa que me impressionou foi um segmento da torcida que culpou a diretoria por tal fato, como se o jogador tivesse vindo “bichado”. Isso é algo totalmente sem fundamento. Uma lesão de ligamento cruzado pode acontecer com qualquer atleta de alto nível e bem preparado fisicamente, como o volante Essien, do Chelsea, que teve a mesma lesão e Michael Owen na Copa de 2006. Bruno Octávio estava totalmente recuperado da ruptura do joelho direito, tanto que a nova lesão foi no outro joelho, ou seja, realmente não tem nexo quem, procurando criticar a diretoria do clube de qualquer maneira, tentar desta maneira. Lesões ocasionadas por traumas são oriundas de casos fortuitos e nada se pode fazer.
Bruno Octávio operará em São Paulo, com o médico do clube do Corinthians e já ficará por lá com a rescisão de contrato, ou seja, Bruno Octávio está fora do Figueirense. Ou seja, a passagem do volante por aqui se encerrou de uma maneira drástica, ainda mais por ser um jogador de qualidade que estava se firmando. Temos de aguardar para saber qual será o verdadeiro futuro do atleta. O fato é que o Figueirense já está atrás de volantes, como afirmou Thiago d’Ivanenko e agora poderemos inclusive termos novidades em poucos dias, devido à perda de Octávio.
Queria levantar também um fato que muitos torcedores não pensam que é a parte que tange o próprio jogador. O volante alvinegro terá que passar, pela segunda vez em sua vida, por um processo doloroso e sofrido que é uma operação de reconstituição do ligamento cruzado e, principalmente, sua recuperação e fisioterapia. Para um jogador de futebol, que depende de seu físico para estar empregado e subir de vida, isto é uma infelicidade total, sem contar todas as dores e sacrifícios. Deixo aqui meu total apoio e desejo de melhoras ao bom volante e que isso seja um recomeço, para voltar com tudo para o futebol.
Boa sorte, Bruno Octávio! O blog torce por ti! E o torcedor, também?
Já sobre o time que entrará em campo nesta quarta-feira, temos algumas informações:
Schwenck passa por tratamento intensivo no Figueirense e pode ser liberado pelo DM no sábado, não se sabe se poderá entrar em campo, mas existe uma possibilidade, mesmo pequena.
Rafael Lima foi liberado do DM, ele e Carlinhos devem ser os únicos atletas que saíram de lá e poderão atuar contra a Macaca quarta-feira.
Rômulo, Davidson, Régis e Ricardinho, todos já fora do DM, por terem ficado muito tempo parados, não entrarão em campo e continuarão a preparação física.
Anderson Pico finalmente entrará em campo, fazendo sua estreia, já quarta-feira, depois de muito tempo de preparação física. Outro que fará sua estreia deve ser o zagueiro Toninho que já teve seu nome publicado no BID.
Dos outros contratados, Alê não poderá mais atuar na Copa do Brasil, por já ter jogado pelo Guaratinguetá na primeira fase. João Filipe ainda trabalha fisicamente. Kássio nem apresentado foi ainda, apenas será quando terminar o Pernambucano e isso pode ser neste fim de semana, caso o Sport seja o campeão do segundo turno também.
Quem você acha que deve entrar em campo contra a Ponte Preta em Campinas? Dê sua opinião!

Para deixar o torcedor alvinegro, que está com uma grande lacuna de informações, mais entretido nesta sexta-feira, enquanto as contratações e dispensas não chegam, deixarei uma lista de entrevistas em vídeos feitas pelo ótimo site INfoesporte, sempre visitem que vale a pena, ao contrário da maior parte de nossa mídia local que prefere conturbar o clima no clube. Até Polidoro Júnior, comentarista do site, criticou veemente a atitude de certa emissora que insistiu na ideia do vestido de Jairo, que não passou de uma brincadeira de um grupo de trabalho, além de vincular a informação errônea de que fosse uma imposição de Roberto Fernandes – ponto para o comentarista. Vale a pena prestigiar!

Antes de mostrar os vídeos, gostaria de também comentar sobre um fato novo que apareceu nesta semana: o possível retorno dos garotos campeões da Copa São Paulo pelo Alvinegro que estavam no Porto. A notícia veio logo após da informação de que Édson poderia estar voltando – provavelmente alguém lembrou que estes dois jovens também estavam para as bandas de lá e levantou o tema.
William Massari, lateral de grande poder ofensivo, velocidade e passes precisos; assim como Rafhael, garoto promissor de grande aptidão defensiva, podem retornar, pois seus empréstimos com o clube lusitano termina em maio. Caso queira ficar com os atletas terá que pagar a multa rescisória, senão retorna. A multa não é o impecilho para eles, creio, e sim ver se os dois valerão a pena. Em um mercado de futebol tão concorrido, lotado de atletas, creio que um estrangeiro deve ficar para trás, ainda mais vindo de um clube mediano do Brasil.
Pelo que li, Rafhael agradou bastante ao clube, chegando a ser relacionado para o jogo do elenco principal – alto nível. Lembrando que o garoto foi o melhor zagueiro do Figueira na competição supracitada.
Massari tem muita qualidade, mas pelo que foi dito não agradou tanto e deve mesmo retornar. Édson também ficaria. Tudo isso foi comentado em um post no mês de janeiro, dê uma olhada clicando aqui! Agora basta saber se a opinião dos portugueses mudou ou não.
Seriam excelentes reforços, Rafhael e Édson para nosso setor mais fraco e Massari como sombra na lateral-esquerda de Pico – obviamente isso não isentaria a falta de contratações, uma ou duas na zaga são fundamentais!

ENTREVISTAS

A primeira entrevista, feita com Paulo Prisco Paraíso, o homem forte da Figueirense Participações revela algumas informações interessantes. Uma das principais partes da entrevista seria a afirmação de que o clube definiu a contratação de dois volante, dois zagueiros e um meia, devido à urgência.

Fala também sobre a busca por novos recursos para criar uma gordura financeira, como patrocínio e parcerias, a fim de conseguir alcançar os objetivos, admitindo que os 600 mil ganhos de cota televisiva pela Série B é muito pouco. PPP afirma que o futebol brasileiro atual é um cartel, onde o Figueirense estaria prejudicado, com poucas pessoas negociando os direitos e propriedades enquanto os demais clubes ficam de fora – uma situação desigual.

Prisco viajará neste sábado, ficando três semanas fora, a procura de parceiros que proporcionem não só recursos financeiros, mas também humanos, com o intuito de arranjar até um co-gestor para o clube – o que se nota é que o departamento de futebol do clube sofrerá mudanças.

Outro tema seria a última martelada em um debate infundado que acontece em qualquer barzinho da cidade – o projeto da Copa do Mundo e seus investimentos NADA tem haver com o investimento no clube em si, tal como contratações entre outras coisas, o que faz todo o sentido, afinal a empresa que está investindo na Arena Florianópolis lucrará com as propriedades que serão vendidas, enquanto no futebol se movimenta outro tipo de dinheiro, o social entre outros. Ainda afirma que a vinda da Copa do Mundo e a construção de uma Arena para 40 mil pessoas dará muita visibilidade ao Figueirense o que proporcionará novos recursos ao clube, portanto se tem algum torcedor que continua agorando o projeto, está torcendo contra o futuro do clube.

O dirigente deixou bem claro que a candidatura catarinense foi prejudicada nessa transferência de data, de março para final de maio. O Figueirense teria sido vanguardista em relação a todas as exigências da FIFA e com o atraso só tem a perder, principalmente porque a FIFA pode estar mudando sua avalição estratégica, talvez regionalizando mais as sedes para a primeira fase da Copa, principalmente no Norte-Nordeste, devido à proximidade com a Europa – Natal seria a escolhida desta maneira.

Entrevistas com Paulo Prisco Paraíso (vale a penar ver as duas):

Outra coletiva de imprensa feita e gravada pelo site foi com o presidente do Figueirense, Norton Flores Boppré, faz uma avaliação do primeiro trimestre do clube, as possíveis contratações, além de toda a notícia que movimentou esta quinta-feira que diz respeito à mudança da gestão da Série B da FBA para a CBF – bom para quem quer ficar atualizado. Diz que nada muda, praticamente, para os clubes esta mundança.

Entrevista com Norton Flores Broppé:

Uma coletiva com a nutricionista do Figueirense, Lilian Cardoso, que se trata praticamente em sua totalidade sobre o lateral Anderson Pico, onde afirma-se que em 3 semanas no máximo o atleta terá condições totais de jogar em qualidade, além e que até agora já perdeu 6 quilos e ainda faltam 4 para sua condição adequada.

Entrevista com a nutricionista do Figueirense:

Esta coletiva é feita com Davidson, o lateral direito que veio da Ucrânia. O mesmo fala sobre seu contrato de apenas três meses com possibilidade unilateral de renovação e que está confiante nisso, além de afirmar que só está rendendo, neste início, 60% do máximo do que pode.
Uma informação paralela à entrevista seria a de que Davidson sim deve ter seu contrato renovado e deve continuar no clube, como Fernandes já afirmou.

Entrevista Davidson:

Por último temos a entrevista de Rafael Coelho que dá algumas informações interessantes, como a de que até agora Roberto Fernandes não passou nada da Ponte Preta para o elenco, o que considero um erro, pois com toda essa lacuna entre os jogos poderia ter aproveitado para focar seriamente no adversário e garantir a classificação já no Scarpelli, enquanto a macaca tem preocupações que pode tirar o foco no jogo, como o Campeonato Paulista.
Lembrando que a Ponte não está bem no Estadual.
O garoto de Pontas da Canas levanta o ponto de que este período para poder fazer uma intertemporada é algo muito benéfico para a equipe que está retomando um condicionamento físico adequadro – o que considero ser uma das principais falhas do alvinegro no Estadual.

Entrevista Rafael Coelho:

Para finalizar um vídeo-opinião com Polidoro Júnior, que fala da possível volta dos garotos da base, que estavam no Porto, Rafhael e William Massari, entre outras coisas referente à semana do Alvinegro, vale a pena ver:

E você torcedor, o que achou das entrevistas?

Segundo o blogueiro Rodrigo Faraco, cinco jogadores do elenco profissional do alvinegro foram colocados à disposição no mercado.
Os jogadores continuam treinando, trabalhando com bola, mas não estão nos planos do treinador Roberto Fernandes para esta temporada. Para não ter de arcar com a multa rescisória o Figueirense está agindo desta maneira – estão abertos para negociar com outras equipes e enquanto não conseguem, continuam treinando.

Os nome seriam os dos volante Juninho e Rafael Ueta, que o blog já havia comentado que estariam de saída, o do atacante Bruno Santos, do meia Cristiano Baianinho e de mais um que ainda não se tem o nome, mas pode ser Carlinhos, que está bem pra trás na disputa por uma vaga de volante, atrás dos titulares Bruno Octávio e Roger, além dos reservas Schmöller e Rômulo.

Concordo com a atitude da diretoria, seguindo firme a intenção de abrir espaços para novos jogadores contratados adentrarem ao elenco e manter, com isso, o número de 30 ou 32 atletas no elenco, estes, que Roberto Fernandes avaliou e concluiu que não valem a pena para o decorrer da temporada, continuarão com contrato no clube, evitando assim um grande prejuízo em rescisões contratuais, mas, sem jogar, logo então procurarão outra equipe e sairão sem dar prejuízo aos cofres do clube.

Em relação aos nomes concordo em partes. Bruno Santos já não é sequer relacionado para o jogo há algum tempo, portanto ou não está agradando ninguém, está fazendo algo errado ou até mesmo já tem outra equipe engatilhada – portanto concordo com a saída do atleta. Rafael Ueta é outro que apenas mostrou qualidade nos passes, mas não apareceu muito para o jogo e perdeu grande espaço na meia, além de que precisamos de nomes melhores para esta posição para ser titular, com isso o mais fraco deve sair. Juninho, que começou pessimamente, vinha em uma crescente, com exceção da sua última partida e poderia contribuir – via nele um segundo Marquinho, que começou mal, mesmo mostrando que tinha qualidade mas não a colocava em prática e mais pra frente desencantaria. Se está saindo o técnico não acredita nisso e então deve realmente seguir seu rumo. Baianinho é guri ainda, 21 anos e tem futuro, mostrando ser rápido e de habilidade, mas não sei como voltou de empréstimo. Creio que RF não foi com o futebol do baixinho, porém não concordo com uma dispensa do atleta, via futuro nele.

O blog também tem informações sobre as possíveis contratações.
Thiago D’Ivanenko vem sendo contraditório. Durante a semana o dirigente afirmou que não tinha nada encaminhado com nenhum jogador do Estadual, mas hoje, através do blog de Fabiano Linhares, o mesmo deu uma entrevista confirmando que existe o interesse sim no meia Lenílson. Na entrevista, Thiago foi enfático em uma coisa: a ênfase está sim no setor defensivo e o Figueirense, neste momento, está mais direcionado em reforços deste setor e por isso o contato feito inicialmente não evoluiu, mas ainda não foi descartada a contratação do camisa dez do time de Ibirama.

Em relação ao André Luiz, como o blog Sangue Preto e Branco já havia afirmado, é uma coisa muito distante devido à realidade financeira do clube e, apesar de ter elogiado o atleta, D’Ivanenko deixou claro que não houve contato algum.

No que tange às datas das contratações, o dirigente afirmou que está tentando apresentar algum atleta até o fim desta semana, mas deixou a ideia de que a primeira apresentação deve ser para o início da semana que vem mesmo (para ouvir a entrevista na íntegra clique aqui).

Grande parte dos atletas que estão negociando com o clube está jogando o Campeonato Paulista ainda. Para darem as caras no Figueira, só quando acabar a participação dos mesmos no Estadual. Os nomes são indicações do técnico e o Figueirense está trabalhando para fazer contratos sem cláusula de multa rescisória.

É esperar para ver e torcer para o nome agradar! Você tem algum palpite de quem vem ou algum que desejaria ver vestindo a camisa do mais querido? Opine!

No dia de quinta-feira, dia 26 de março, todas achavam que o principal tema sobre o Alvinegro na mídia seria a impressionate virada sobre o Criciúma no Scarpelli por 5×2 – que começou com erros incríveis de Perone e principalmente de Marcos no primeiro tempo e culminou em belíssimas atuações, como a de Lucas e Roger, além de uma total mudança no padrão de jogo do time com a entrada de Pedrinho tirando a sobrecarga das costas do único meia Talhetti e também da grande qualidade de Rafael Coelho que mais uma vez veio à tona; além disto William Matheus e Dalton, sempre contestados, fizeram uma boa partida -, mas estávamos redondamente enganados!

A LISTA DE DISPENSAS

O assunto do momento foi a famosa lista de dispensas de Roberto Fernandes, que pretende utilizar um total de no máximo 32 jogadores no elenco, somando inclusive os que serão contratado. Para isso, como foi falado no post passado, seriam necessárias no mínimo 11 dispensas do time principal.
Os principais alvos seriam os garotos da categoria de base que não conseguiram mostrar muito serviço e voltariam para os juniores ou até mesmo seriam emprestados: como o zagueiro Marcos. Já as demais seriam de jogadores que não conseguiram mostrar bom futebol e seriam dispensados: Rafael Ueta encabeça tal lista.

No entanto, a informação nova afirma que o total será de 15 atletas. Segundo o portal Clicrbs, as informações seriam de fontes ligadas ao clube, a despeito do que Fernandes havia afirmado na coletiva de quarta-feira que não tinha um número específico. Anderson Pico, lateral do Figueirense, também frizou que nesta semana está sendo analisado quem serão os escolhidos e que o número será mesmo de 15 jogadores.

As contas feitas no post anterior contabilizavam que onze NO MÍNIMO seriam as dispensas (ou rebaixamentos para a base) necessárias, contabilizando o grupo de 30 a 32 que o Roberto Fernandes quer trabalhar com as 6 ou 7 novas contratações que ele já havia afirmado. Com isso, caso o técnico trabalhasse com 30 jogadores e com as 7 contratações vindo, o Alvinegro teria de dispensar 14. Portanto ele quer dar uma enxugada boa e trabalhar com o menor número possível de jogadores. Por isso creio que teremos surpresas agradáveis e desagradáveis nesta famosa lista.

— É complicado quantificarmos a questão de modificação do grupo sem ter a
certeza disto. Uma coisa que eu deixei claro para a diretoria é que não adianta
quantificar. Já temos 37 jogadores. Precisamos daqueles que tem o perfil da
competição que vamos jogar e de outros que possam vir para contribuir – afirmou
o técnico do Figueira.

Para um usuário da Comunidade do Figueirense no Orkut, os nomes de Juninho e Rafael Ueta já estão confirmados na lista, segundo informações de fontes seguras. Será mesmo? Ueta tem contrato com o alvinegro até final do ano que vem, enquanto Juninho é atleta emprestado pelo Júnior Team, sim, aquele mesmo time que veio Diogo, Soares, Henriqu, Ari e até Micalle, ou seja, tem coisa. É pagar para ver, pois são dois nomes fortes dentro do clube.

Outra novidade é a de que Davidson e Douglas, que estavam cotados para não terem seus contratos renovados, – terminam em junho e maio respectivamente – ficarão, provavelmente, no time. Palavras de Roberto Fernandes na coletiva de ontem, após o jogo (vídeo no final do post).

A enquete do blog, que se localiza na barra lateral, continua “bombando” com um total de 416 votos em menos de um dia de duração e a liderança do “favorito” Rafael Ueta, seguido de William Matheus e do atacante Julio César empatado com Marcos. Juninho, supracitado aqui, também está “bem posicionado”, na sexta colocação. A enquete fica aberta até segunda-feira, portanto, VOTE VOCÊ TAMBÉM!

A LISTA DE CONTRATAÇÕES

Outros assuntos brotaram durante a tarde movimentada de quinta. O principal foi o referente às contratações que o Alvinegro confirmou que fará, em um total de 6 a 7, como Roberto Fernandes afirmou. O vice-presidente de futebol Thiago d’Ivanenko analisou que na próxima semana algumas contratações já devem ser anunciadas.

Roberto Fernandes afirmou que pretende já contar, para o próximo compromisso do Figueira contra a Ponte Preta no dia 9 de abril, com dois zagueiros contratados para serem titulares da posição, que considera a que mais necessita de reforços. O técnico também afirmou que existe uma certa dificuldade para trazê-los com rapidez, pois a grande maioria deles está disputando finais de seus respectivos Estaduais e alguns são jogadores de Série A que não estão sendo aproveitados em seus times – margem para a criatividade da torcida.

— Alguns estão em equipes de Série A, que não estão sendo aproveitados mas têm o perfil, outros disputando finais de campeonatos. Teremos o que for necessário — resumiu o técnico.

Com isso a boataria iniciou. Acosta já havia sido lançado para a imprensa há algum tempo atrás, pois Fernandes teve o interesse em seu futebol, pois está sem espaço no Corinthians, no início do ano quando estava no Náutico, porém o técnico já afirmou (vídeo no final do post) que este nome está fora da realidade financeira do mais vezes campeão, enfatizando que as chances de contratação são dificílimas.

Outro nome que vem forte é o de André Luís, zagueiro desempregado, ex-Botafogo, frequentador assíduo das festas noturnas da Ilha – aquele mesmo que deu cartão para o juíz em um jogo pela Sul-Americana do ano passado. Outro usuário da comunidade do Figueirense afirmou que o mesmo já seria apresentando em alguns dias, segundo fontes de dentro da diretoria. Acho complicado, pois novamente o técnico Roberto Fernandes foi enfático em dizer que o mesmo, assim como Acosta e Petkovic, está fora da realidade do clube (vídeo no final do post).

Particularmente acredito que ambas as contratações seriam de muita ajuda para nosso plantel. André Luis é aquele zagueiro raçudo, que chega junto e tem porte físico invejável, perfeito para a disputa da Série B. Acosta é outro jogador aguerrido e batalhador, que além do bom porte, também tem muita qualidade, classe e sabe finalizar. A contratação de André Luis é até mais provável que a de Acosta, mas caso um venha, muito provavelmente o outro não virá.

O zagueiro Rogélio, cigano do futebol Catarinense, atualmente no Brusque, é outro cotado, como diz o blog Alvinegro do Estreito. O zagueiro teve boas atuações, até mesmo contra o Figueirense em Brusque, marcando várias vezes contra os grande do Estado, sendo chamado até de zagueiro-artilheiro. Acerola, atacante do Metropolitano, Morisco da Chapecoense e Ricardo Oliveira do JEC também estão na boca do povo.

Coletiva Roberto Fernandes

(Vale a pena conferir este site INfoesporte, confira na lista de sites ao lado)

Jogo-rápido de Roberto Fernandes para Fabiano Linhares

É esperar para ver!

E você, torcedor alvinegro, gostaria de ver quais jogadores na lista de dispensas e quais na de contratação?